× Fale Conosco

Solicite um orçamento sem compromisso!

Enviar via
Ou ligue para (41) 99148-0201
Se preferir, ligue para nós! Ligar agora!
Clique aqui para falar conosco!
×
× Envie-nos um E-mail





41 99995-4134 (TIM)
41 99148-0201 (VIVO)
Falar com Diego

Orçamento Online


Mudanças em Curitiba e Região
Metropolitana
em todo estado do Paraná,
São Paulo e Santa Catarina


Parcelamos em até 6x nos cartões
*acréscimo taxa administrativa


41 99995-4134 (TIM)
41 99148-0201 (VIVO)
Falar com Diego

Orçamento Online


Mudanças em Curitiba e Região
Metropolitana
em todo estado do Paraná,
São Paulo e Santa Catarina



Parcelamos em até 6x nos cartões
*acréscimo taxa administrativa

5 erros que atrapalham sua mudança

Principalmente em casos no qual a mudança está sendo realizada pela primeira vez, há erros que são cometidos com frequência e que devem ser evitados.

Independente do volume de objetos e proporção da mudança, algumas medidas deixam de ser tomadas devido à falta de experiência ou pouco tempo disponível. Assim, alguns transtornos podem surgir, gerando problemas que poderiam ser resolvidos previamente. Por essa razão, neste post mostramos 5 erros que atrapalham a mudança  e que devem ser prevenidos. Confira!

Não se planejar

Para garantir que todas as etapas da mudança sejam cumpridas adequadamente, é necessário o planejamento desde o início. Durante esse período é definido um cronograma a ser seguido, que pode incluir:

  • prazos de pagamentos;
  • calendário de mudança;
  • reforma, caso necessário;
  • organização de objetos;
  • compromissos burocráticos (como finalização de contrato, por exemplo).

Além disso, quanto mais cedo forem realizados pagamentos e agendamentos, maiores são as chances de não haver imprevistos no dia aguardado.

Não criar listas e lembretes

São muitas as obrigações e responsabilidades que exigem atenção para serem cumpridas. Por isso, quando não há um registro organizado por meio de listas ou lembretes, há o risco de alguma pendência ocorrer. E seja no celular, no computador ou em papel, é importante deixar as anotações em local fácil, para que mesmo durante a mudança não haja sua perda.

Não identificar caixas e embalagens

Um outro erro muito comum está relacionado à falta de identificação de embalagens, dificultando a desmontagem e a organização. Recomenda-se usar etiquetas ou escrever diretamente na superfície do material, indicando a qual cômodo pertence, e no caso de outros membros da família, de quem são os objetos.

Além disso, é necessário indicar quais objetos são frágeis, uma vez que pode haver estragos durante o transporte.

Não checar se os móveis e os objetos caberão na nova residência

Embora pareça prática comum, nem sempre os moradores calculam corretamente se as dimensões dos móveis são correspondentes aos novos cômodos. Isso pode resultar em necessidade de mudança de local da mobília, ou até mesmo doação, uma vez que nem sempre a nova moradia corresponde à mesma área da antiga. Por isso, é recomendável medir e planejar em qual ambiente cada parte da mudança ficará. Assim não haverá imprevistos.

Não separar a mudança por cômodos

Pessoas inexperientes geralmente agrupam objetos de setores diferentes sem uma classificação, o que dificulta ao procurar e desembalar. Por esse motivo, é válido investir na separação, embalagem e identificação dos pertences por cômodos, o que é uma grande medida facilitadora, principalmente quando há muito volume.

Conclusão

Mudanças podem ser trabalhosas e cansativas, mas usar algumas dicas para impedir que determinados erros ocorram pode impactar diretamente no processo. Sendo assim, faça um planejamento a curto, médio e longo prazo, busque ajuda em tudo o que for necessário e liste todas as pendências possíveis para reduzir as chances de imprevisto. Além disso, busque e contrate uma empresa de confiança como a Milano, experiente no ramo. Assim, boa parte dos problemas serão prevenidos e resolvidos em tempo hábil.



Deixe uma resposta